Tipos de sistemas de envidraçamento estrutural para fachada



O uso do envidraçamento estrutural para fachadas permite a criação de projetos altamente personalizados e que utilizam da transparência e da originalidade como destaques. Isso só é possível porque existem sistemas de envidraçamento que dispensam o uso de caixilhos, dando margem à criatividade de arquitetos e engenheiros.

Basicamente, são três tipos de sistemas de envidraçamento estrutural para fachada:

Colunas metálicas

Os vidros são fixados em colunas metálicas e utilizam os tradicionais spiders para pendurar os vidros e, assim, fechar o vão.

Colunas de vidro

Neste caso, usa-se colunas do próprio vidro para estruturar a fachada, e o travamento desses vidros é feito com ferragens tipo spider.

Cabos de aço

Os cabos de aço inox funcionam como tirantes tencionados que permitem, através da ferragem em aço, fazer o fechamento de fachadas.

Esses três tipos de sistemas de envidraçamento compõem formas modernas e muito arrojadas de fixação estrutural.

Mas como escolher qual o melhor para usar num projeto? Na verdade, não existem vantagens de um para o outro. A característica que os difere é somente estética.

Os cabos, por exemplo, trazem um ar de modernidade e tecnologia. Já as colunas de vidro conferem maior transparência. E as colunas metálicas têm um custo mais acessível, mas acabam gerando uma marcação vertical das colunas na fachada.

Geralmente, os arquitetos já sabem qual sistema querem. Cabe a Vidrosistemas explorar os melhores formatos dentro de cada tipo e de cada projeto.

Vale ressaltar que em qualquer um desses sistemas é possível utilizar diferentes tipos de vidro, como temperado ou laminado composto de vidros incolores, extra clear ou até de controle solar.

Mais vistos
Posts em breve
Fique ligado...
Noticias Recentes